Nenhuma foto neste projeto!
Projetos Finalizados

Anta, Queixada, Caitetu no Parque Nacional das Emas: Ecologia, Conservação e Impactos sobre Produçõe

Coordenadores do projeto:

Anah T. A. Jácomo
Leandro Silveira

Descrição do Projeto

O estudo com a anta, queixada e cateto na região do Parque Nacional das Emas (PNE), iniciou-se em 1999, com o objetivo de se conhecer a situação de conservação de três das mais importantes presas das onças-pintadas e onças-pardas na região. As três espécies estão sendo estudadas dentro do PNE e em fragmentos de cerrado de propriedades rurais de seu entorno. O objetivo geral é o de levantar informações sobre sua ecologia e identificar as ameaças à sua conservação. Essas informações auxiliarão na elaboração de um plano de manejo e conservação para essas três espécies na região.

Até o presente dez grupos de queixadas estão sendo monitorados por radio-telemetria. Para tanto, os animais são capturados, utilizando-se chiqueiros cevados com sal, e aparelhados com radio-colares. As antas são capturadas utilizando-se pit-falls, que são buracos cavados em trilhas utilizadas pela espécie, cobertos com telhas e camuflados com terra. Até o presente, 15 antas foram capturadas e aparelhadas com radio-colares e estão sendo monitoradas por radio telemetria. Catetos ainda não foram capturados, mas informações baseadas em observações diretas estão sendo coletadas. Em todos os animais capturados, são coletadas amostras de sangue, soro e ectoparasitos, para as analises genética e sanitária.

O monitoramento dessas espécies nos permitiu identificar, até o presente, duas importantes ameaças à sua conservação: a caça furtiva atingindo a anta, o queixada e o cateto, e o abate de queixadas, em represália aos prejuízos que esta espécie causa em lavouras de milho. Com o objetivo de se quantificar os impactos que causam sobre as produções, algumas propriedades são selecionadas para o estudo, baseadas no histórico de prejuízos e preferencialmente naquelas onde há grupos sendo monitorados por radio-telemetria. A quantificação dos prejuízos e a aplicação de manejos para solucionar os problemas estão sendo implementados.

As atividades de campo dependem de apoio financeiro e logístico de instituições nacionais e estrangeiras. Este estudo é fruto de trabalho em parceria com o Centro Nacional de Pesquisa para a Conservação de Predadores Naturais (CENAP/IBAMA), apoio logístico do Parque Nacional das Emas/IBAMA e apoio financeiro das seguintes instituições: CENAP/IBAMA, WWF, Memphis Zoo (USA), Fundação O Boticário de Proteção À Natureza, GEF (Programa de Pequenos Projetos),  Conservation International

< voltar

Instituto Pró-Carnívoros Av. Horácio Neto, 1030 - Parque Edmundo Zanoni - Atibaia / SP - 12945-01011 4411 6966