• Pró-Carnívoros
  • Pró-Carnívoros
  • Pró-Carnívoros
  • Pró-Carnívoros
  • Pró-Carnívoros
  • Pró-Carnívoros
  • Pró-Carnívoros
  • Pró-Carnívoros
  • Pró-Carnívoros
  • Pró-Carnívoros
  • Pró-Carnívoros
  • Pró-Carnívoros
Projetos

Programa Amigos da Onça: Grandes Predadores e Sociobiodiversidade na Caatinga

Coordenadores do programa:

Dra. Claudia Bueno de Campos
Dr. Ronaldo Gonçalves Morato

 
Equipe executora: 
 
Dra. Cláudia Bueno de Campos – Bióloga
Msc. Carolina Franco Esteves – Bióloga
Msc. Cláudia Sofia G. Martins – Engenheira Agrônoma
Dr. Ronaldo Gonçalves Morato – Médico Veterinário

Descrição do Projeto

No Bioma Caatinga a onça-pintada é considerada “Criticamente em Perigo” de extinção e a onça-parda “Em Perigo”. As populações de onças-pintadas remanescentes descobertas neste bioma criam demandas que favorecem o estabelecimento de redes de pesquisas e a criação de novas Unidades de Conservação. Já em 2002, a principal compilação de estudos sobre a onça-pintada – El jaguar en El nuevo milênio (Medellin et al., 2002) – reconhecia a Caatinga como área prioritária para levantamentos, dada a falta de conhecimento sobre o status desta espécie neste bioma, assim como da onça-parda.

A área de estudo está localizada no norte da Bahia e inclui regiões próximas ao Parque Estadual do Morro do Chapéu (460 km²), ao Parque Nacional da Chapada Diamantina (1.520 km²) e a região conhecida como Boqueirão da Onça (aproximadamente 9.000 km²). Esta última faz parte de uma proposta para a criação de uma Unidade de Proteção Integral, o Parque Nacional do Boqueirão da Onça, em andamento no Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBio. Todas essas regiões estão inseridas em uma proposta para a criação do Corredor Ecológico Caatinga-Onças (aproximadamente 20.000 km²) que engloba o Médio e Submédio São Francisco e, ainda, são áreas de importância “extremamente alta” para conservação da biodiversidade.

O Programa Amigos da Onça tem três linhas base: Ecológica, Social e Econômica. Ele apresenta uma proposta pioneira para a redução de conflitos entre produtores rurais e onças por meio da mudança de manejo dos rebanhos e da abordagem, dentro das dimensões humanas, do conjunto de percepções que o sertanejo (adultos e crianças) tem sobre as onças. Além disso, o Programa prevê a valorização da mulher como agente educador e catalizador da economia doméstica, por meio do seu papel de agricultora e produtora de alimentos para consumo familiar.

Assim, o Programa colaborará para o preenchimento da lacuna de informações sobre a onça-pintada e a onça-parda no bioma; subsidiará futuras ações de conservação e de tomadas de decisões para redução de conflitos, assim como para a conservação destas duas espécies no nordeste e da biodiversidade da região, além ainda, de possibilitar uma melhoria na qualidade de vida de pequenos produtores rurais.
 

< voltar

Instituto Pró-Carnívoros Av. Horácio Neto, 1030 - Parque Edmundo Zanoni - Atibaia / SP - 12945-01011 4411 6966