O Instituto para a Conservação dos Carnívoros Neotropicais – Pró-Carnívoros é uma associação civil, de direito privado, não governamental e sem fins lucrativos. Foi fundada no Brasil em 1996, está sediada em Atibaia - SP e tem projetos a campo em diversos pontos do país.

[+] Saiba mais

promoções ecologicamente
Clipping
29/04/10

Plano vai capacitar equipes para conter avanço de onças na área urbana



Uma rede de articulações para definir o “Plano de Contingência – Felinos de Grande Porte em Áreas Urbanas” começou a se consolidar em Corumbá, na tarde desta segunda-feira, 26 de abril, durante realização de um encontro no Centro de Convenções. “A Prefeitura, em parceria com diversas entidades ambientais governamentais e não-governamentais, visa formatar um plano de ação para o caso de ocorrência de novos aparecimentos de felinos na região”, explicou ao Diário, Luciene Deová de Souza Assis, secretária Executiva de Meio Ambiente.

O pesquisador Ricardo Boulhosa ministrou uma palestra para os participantes do encontro 

Ao formatar o plano de contingência, a Prefeitura está recebendo propostas e se comprometendo a adquirir equipamentos como rifles, dardos, tranquilizantes. Os materiais são necessários para a captura, de forma segura, dos animais. “Após a aquisição destes equipamentos, a Prefeitura vai capacitar representantes dos segmentos que formataram o plano de articulação, para utilizar os equipamentos”, destacou a secretária.

Luciene argumentou que a articulação para a montagem do plano é realizada agora por ser período de cheia do rio Paraguai e de surgimento de focos de queimadas, quando os felinos ficam sem espaço e acabam migrando para área urbana. “Nossa meta é estabelecer ações para atuar caso ocorram novas situações. Estamos discutindo além de metodologia de contenção dos animais, metodologias de como mantê-los salvos e em bom estado para que possam ser devolvidos ao meio ambiente”, esclareceu Luciene.

Para uma maior adequação dos planos, o pesquisador Ricardo Boulhosa, do Centro Nacional de Pesquisas e Conservação de Mamíferos Carnívoros (Cenap), do Ibama, ministrou palestra aos participantes. Ele explicou que os felinos predadores se aproximam da área urbana, por diversos motivos, um deles é a ocupação do espaço territorial como é o caso do Pantanal.

Acompanharam o primeiro workshop destinado à medida de ação e preservação de felinos na área pantaneira, representantes da Prefeitura Municipal, Conselho Municipal do Meio Ambiente, Polícia Militar Ambiental, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Instituições de pesquisa, Embrapa, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Faculdade Salesiana de Santa Teresa e Ministério Público .“Todos auxiliarão com sugestões para formular um documento que estabeleça medidas de ações seguras e eficientes tanto para os animais, quanto para a população”, acrescentou Luciene.

Capturas

Em agosto de 2006, um casal de onças foi capturado em uma gruta no bairro Universitário, região do Forte Junqueira. A equipe capturou um macho adulto com vida que depois de sedado foi encaminhado para a Base Aérea da capital. Uma fêmea adulta foi morta após atacar policiais ambientais que tentavam capturá-la. Na época, A Polícia Militar Ambiental atribuiu a aparição dos animais ao período de cheia. O caso mais recente foi o da captura de uma onça  parda no bairro Aeroporto em maio de 2009.

Nestas situações houve necessidade de chamar técnicos de Campo Grande para a captura dos animais. “Nossa meta com esse plano de ação é capacitar pessoas da cidade, para assim, podermos agir com eficiência e precisão. Sabemos que é possível uma estrutura deste porte em nossa cidade”, enfatizou Luciene Deová.


Autor:Camila Cavalcante do Diário Online

Fonte:http://www.diarionline.com.br/index.php?s=noticia&id=13273

< voltar
Instituto Pró-Carnívoros Av. Horácio Neto, 1030 - Parque Edmundo Zanoni - Atibaia / SP - 12945-01011 4411 6966